Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Vista panorâmica de Almuñécar

Almuñécar

Granada

Nas margens do mar Mediterrâneo, o litoral de Granada possui uma das cidadezinhas mais antigas da denominada Costa Tropical.

De origem fenícia, a antiga Sexi combina um rico patrimônio arqueológico e monumental com excelentes praias aptas para o banho, o mergulho e vários tipos de esportes náuticos. Sua culinária, centrada nos peixes e frutos do mar mediterrâneos, conduz a outras cidades próximas como, por exemplo, Granada. A Alhambra, o Generalife e o bairro do Albaycín, declarados Patrimônio da Humanidade pela Unesco, são alguns de seus tesouros.

Entre o mar e a montanha, o município de Almuñécar oferece ao visitante uma grande variedade de praias e enseadas espalhadas pelos seus 20 quilômetros de costa. Águas pouco profundas, ideais para as crianças, em Calabajío; a oportunidade de praticar o naturismo no pé de um barranco em Cantarrijan; agito noturno em Puerta del Mar; ou fundos marinhos excelentes para praticar mergulho em La Herradura, são apenas algumas das possibilidades que este setor da Costa Tropical oferece. O urbanismo da região criou importantes áreas residenciais de veraneio nestes lugares sem descuidar do meio natural. Assim, o visitante poderá gozar de todos os encantos da paisagem e das mais variadas ofertas de lazer.Mas Almuñécar conta também com uma longa história que tem sua origem no ano 800 a. C., data em que foi fundada como colônia comercial pelos fenícios. Desta época podem ser visitadas uma necrópole e uma fábrica de peixes salgados. Os romanos deixaram um aqueduto e termas nos arredores da cidade, e a Cueva de Siete Palacios. Sob estas abóbadas romanas foi instalado o Museu Arqueológico de Almuñécar, onde podem ser admiradas peças encontradas nos sítios arqueológicos próximos.A localização estratégica desta cidade foi cobiçada pelos muçulmanos, que dotaram sua zona urbana de muralhas e um castelo, o de San Miguel. O bairro que se articula ao seu redor conserva um traçado irregular típico deste tipo de urbanismo medieval. Ruas de pedra e fachadas caiadas são os sinais distintivos desta zona, onde o visitante verá pátios cheios de flores e cantinhos inesquecíveis. Em algumas praias de Almuñécar podem ser vistas antigas atalaias de vigilância, também da época muçulmana, mas que também serviram para repelir ataques de berberes e piratas. Um exemplo é a que fica na praia do Tesorillo.Almuñécar só foi reconquistada pelos Reis Católicos em 1489. Importantes arquitetos e escultores do Renascimento espanhol contribuíram para a edificação da Igreja de La Encarnación, um exemplo de templo cristão. Projetada por Juan de Herrera, arquiteto do rei Felipe II, conta com uma torre que foi obra de Diego de Siloé. Outro monumento de estética renascentista é o Pilar da Calle Real. Trata-se de um conjunto de esculturas realizado sobre uma antiga canalização de água romana.Para conhecer um pouco mais de Almuñécar, vale a pena visitar no Castelo de San Miguel o Museu de História da Cidade, onde são guardadas interessantes coleções. O Castelo de La Herradura, construído por ordem do rei Carlos III, é outra construção emblemática deste vilarejo granadino.Em relação à culinária da região, os peixes são os protagonistas absolutos das receitas locais. Arroz a banda, peixe frito, espetos de sardinhas, camarões, pescada, cazuela de peixes e frutos do mar... são apenas algumas das recomendações. Entre as carnes, o choto al ajillo (cabrito ao alho) acompanhado de batatas é o prato mais tradicional. Além das frutas tropicais que são cultivadas neste excelente clima, de sobremesa o visitante deve degustar a cazuela mohina ou de San Juan. Trata-se de um doce de origem árabe parecido com o marzipã e que se come em pequenas porções. Amêndoas, açúcar, anis e abóbora são os ingredientes principais.Os arredores de Almuñécar oferecem interessantes cidades de veraneio, como Nerja (com um Parador de Turismo), Motril (com excelentes praias e campos de golfe) e Adra, cujo passado também tem origem fenícia. Nas Alpujarras granadinas, o Balneário de Lanjarón oferece suas águas medicinais aos que queiram descansar alguns dias. Muito perto ficam os cumes com mais de 3.000 metros de altitude de Sierra Nevada e seu Parque Nacional. Diversos roteiros percorrem este espaço protegido, enquanto seu parque natural conta com uma estação invernal aberta durante toda a temporada de neve. Outro destaque é Granada, a capital da província. Seu sabor árabe se evidencia nos palácios e construções da Alhambra, no Generalife e no bairro do Albaycín, todos declarados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.