Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Ciclista descansando no bosque

Seis vias verdes para andar de bicicleta em plena natureza

none

As vias verdes são antigos traçados de linhas ferroviárias que hoje foram transformados para que se possa curtir a natureza praticando trekking ou ciclismo. São mais de 120 e, embora sua extensão seja muito variável, todas elas estão preparadas para serem percorridas de bicicleta. A seguir você vai encontrar algumas que, além disso, superam 50 quilômetros de percurso, portanto você pode planejar um ou dois dias para viajar sobre duas rodas em plena natureza.

  • Vista para o Parque Natural Aizkorri-Aratz, no País Basco

    Via Verde do Trem Basco-Navarro, entre o País Basco e Navarra

    Um trajeto de mais de 100 quilômetros que une Vitoria – Gasteiz (País Basco) com Estella – Lizarra (Navarra). Sua paisagem verdejante vai mudando e alternando zonas montanhosas com grandes planícies. O trecho intermédio é o mais exigente (especialmente a subida do porto de Guereñu, no País Basco). Ao entrar em Navarra o caminho fica mais fácil, junto ao rio Ega.O ideal é completar a via verde em pelo menos dois dias e aproveitar a noite para descobrir um de seus atrativos: um céu limpo e perfeito para ver as estrelas e pelo qual foi declarado Caminho Starlight

  • Migração de grous na Extremadura

    Via Verde Vegas del Guadiana, na Extremadura

    Cerca de 60 quilômetros que revelam as paisagens onde habita o porco ibérico estremenho, origem de um dos melhores “jamones” (presuntos crus) da Espanha. Trata-se da “dehesa” (pastagem) estremenha, que pode ser vista principalmente entre Campolugar e Madrigalejo. Além disso, a via verde bordeia os rios Ruecas e Guadiana que, durante o inverno, é a região da Europa escolhida por milhares de grous para passar estes meses frios.O trajeto une as cidades de Villanueva de la Serena (Badajoz) e Logrosán (Cáceres) e inclui três viadutos. É uma área principalmente agrária, repleta de campos de pasto para o gado. 

  • Via Verde de Ojos Negros, entre a Comunidade Valenciana e Aragón

    Via Verde de Ojos Negros, entre a Comunidade Valenciana e Aragón

    É a via verde mais extensa da Espanha, com mais de 150 quilômetros. Seu traçado vai da província de Teruel (Aragón) até a de Valência, passando pela província de Castellón (ambas na Comunidade Valenciana). O percurso desce da Sierra de Javalambre e seus bosques de pinheiros, carvalhos e sabinas, passa pelo Vale do Jiloca e chega até as paisagens da horta valenciana, à beira do mar Mediterrâneo.Praticamente todo o percurso está asfaltado e há muitas pontes e viadutos, assim como “barracas” (pequenas casas rurais típicas da região e, em muitos casos, habilitadas como acomodação de charme).

  • Paisagem de olivais em Jaén, Andaluzia

    Via Verde do Azeite, na Andaluzia

    Os campos infinitivos de oliveiras são o sinal de identidade desta via verde que passa entre Jaén e Córdoba. Também são muito característicos seus 13 viadutos metálicos do século XIX que estão distribuídos nos mais de 125 quilômetros de percurso.O caminho começa na cidade de Jaén e passa por municípios de grande interesse, como Baena, Zuheros, Lucena e Puente Genil, em Córdoba. Uma boa opção para aproveitá-la é fazer uma parte do seu percurso em um fim de semana e alterná-lo com visitas a estes povoados e, é claro, participar de degustações ou atividades relacionadas com o azeite de oliva virgem extra da região, um dos mais reconhecidos a nível mundial. 

  • Via Verde Campo de Cartagena, na Região de Múrcia

    Via Verde Campo de Cartagena, na Região de Múrcia

    Pedalar por esta via verde confortável e plana é passear por uma das grandes hortas da Europa. No total, mais de 50 quilômetros no meio de cultivos irrigados, plantações de sequeiro tradicionais e árvores de cítricos. A via verde une a cidade de Cartagena com Totana e passa por lugares de grande beleza, como Mazarrón e Alhama de Murcia. Além disso, praticamente delimita o Parque Regional de Sierra Espuña e fica muito próxima do litoral do mar Mediterrâneo. 

  • Via Verde do Trem Santander - Mediterrâneo, em Castilla y León

    Via Verde do Trem Santander - Mediterrâneo, em Castilla y León

    É a recuperação da antiga estrada de ferro que unia o norte da Espanha com o Mediterrâneo. Atualmente, o trecho que liga Soria com Hontoria del Pinar (Burgos) está completamente adaptado. Trata-se de um traçado de cerca de 60 quilômetros espetaculares para percorrer de bicicleta e curtir o turismo rural. Começa em Soria, cujo conjunto monumental é imprescindível, e passa por pequenos vilarejos que são remansos de paz e conservam a arquitetura mais tradicional da região, como Navaleno ou Abejar. O lugar oferece visitas a espaços naturais como o Canyon do Rio Lobos e a praia Pita, que animam a prolongar a escapada durante mais alguns dias.