Capa covid -19

Informações práticas para turistas diante da situação gerada pela Covid -19

(Atualizada no dia segunda-feira, 1 de junho de 2020)O presidente do Governo, Pedro Sánchez, anunciou no dia 23 de maio a abertura do território espanhol ao turismo estrangeiro para o mês de julho, e a eliminação da quarentena para os viajantes a partir do dia primeiro desse mês. O Governo também está trabalhando para que a entrada de visitantes se produza em condições estritas de segurança, tanto para locais como para estrangeiros.Até essa data, serão mantidas as seguintes restrições.

Quem pode entrar em território espanhol?

Como consequência do estado de alarme declarado pelo Governo da Espanha no dia 14 de março de 2020, em decorrência do qual existem controles em fronteiras terrestres e o restabelecimento de controles também em fronteiras internas aéreas e marítimas, somente será permitida a entrada em território espanhol por via terrestre a• cidadãos espanhóis;• pessoas residentes em território espanhol;• transfronteiriços e aqueles que comprovem de forma documental motivos de força maior ou situação de necessidade;• diplomatas e agentes consulares reconhecidos em nosso país que se desloquem por motivo de suas funções.• A medida não afeta o transporte de mercadorias.

Obrigação de quarentena para viajantes

Os viajantes que chegarem à Espanha procedentes de outros países deverão ficar em quarentena durante 14 dias. Esta restrição será eliminada a partir do dia 1º de julho.Durante o período de quarentena, as pessoas mencionadas na seção anterior deverão permanecer em seu domicílio ou hospedagem, limitando seus deslocamentos à realização das seguintes atividades:a) Aquisição de alimentos, medicamentos e artigos de primeira necessidade. b) Ida a centros, serviços e estabelecimentos de saúde. c) Por motivos de força maior ou estado de necessidade.Todos os deslocamentos serão realizados obrigatoriamente com o uso de máscara protetora.Ficam isentos destas medidas os trabalhadores transfronteiriços, transportadores e as tripulações, assim como os profissionais de saúde, que se dirijam a exercer sua atividade profissional, desde que não tenham estado em contato com pessoas diagnosticadas de Covid-19.As agências de viagem, os operadores turísticos e as empresas de transporte deverão informar os viajantes sobre estas medidas no início do processo de venda das passagens cujo destino seja o território espanhol.No mesmo sentido, a União Europeia declarou o fechamento das fronteiras exteriores comunitárias durante pelo menos 30 dias, (prorrogado até o dia 15 de junho), salvo em algumas exceções, o que significa uma restrição às viagens que não sejam imprescindíveis e que sejam realizadas saindo de países terceiros através de portos e aeroportos, conforme o acordado no dia 17 de março pelos países membros do Conselho Europeu para frear a expansão do coronavírus

Quem não é afetado pela restrição de viagens?

• os espanhóis que queiram voltar ao país,• aqueles procedentes de um país da União Europeia ou do espaço Schengen, bem como o cônjuge ou companheiro(a) do cidadão da União com o qual mantenha uma união análoga à conjugal inscrita em um registro público, e aqueles ascendentes e descendentes que sejam seus dependentes, e também os residentes nos Estados associados Schengen ou Andorra, que se dirijam diretamente ao seu lugar de residência.• os transportadores de mercadorias,• o pessoal de bordo,• os turistas que voltem para seus lugares de origem,• os profissionais de saúde ou de cuidado de idosos que se desloquem para realizar estas atividades,• o pessoal diplomático nem pessoas que comprovem motivos de força maior,• os portadores de um visto expedido em um país da UE ou em um país membro do espaço Schengen, que se dirijam à sua residência ou ao país de expedição deste visto.

Que medidas de proteção posso tomar para evitar a doença?

O Governo, que garantirá o abastecimento dos produtos necessários para a saúde pública, divulgou uma série de indicações e medidas genéricas de proteção frente a esta doença, que incluem:• Higiene de mãos frequente (lavagem com água e sabonete ou soluções alcoólicas), especialmente depois de contato direto com pessoas doentes ou seu meio.• Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o lado interno do cotovelo flexionado.• Usar lenços descartáveis e eliminá-los após o uso.• Evitar tocar-se nos olhos, no nariz e na boca, já que as mãos facilitam a transmissão.• Caso se apresentem sintomas da doença, a pessoa deve se isolar.• Não é preciso tomar precauções especiais com os animais nem com os alimentos na Espanha para evitar esta infecção.

Fases da transição rumo à normalidade

O Governo preparou um plano de transição para voltar à normalidade em quatro fases. A passagem de uma fase a outra se realizará em cerca de 2 semanas, e o plano finalizaria em junho. Estes períodos podem variar em função de uma série de indicadores, como a situação da pandemia em cada província e ilha do país, a capacidade do sistema de saúde e outros dados socioeconômicos. . Salvo em situação excepcional, durante estas fases de desescalada não é permitida a mobilidade entre províncias da península, entre a península e as ilhas, nem entre as ilhas.Estas são algumas das atividades que poderão ser realizadas em cada fase. Quase todo o território espanhol já está nas fases 1 ou 2, e as ilhas de La Gomera, El Hierro, La Graciosa e Formentera estão na fase 3.

FASE 1• Abertura de mesas ao ar livre de bares e restaurantes, com uma ocupação de 50%• Abertura do pequeno comércio e mercados ao ar livre• São permitidas reuniões sociais de até 10 pessoas• Podem ser realizadas atividades de turismo ativo e de natureza em grupos de até 10 pessoas• Hotéis e estabelecimentos turísticos podem abrir, com as áreas comuns fechadas. O serviço de restaurantes com mesas ao ar livre pode ser realizado com uma limitação de 50% da sua capacidade• É possível a reabertura de museus com uma limitação de um terço da capacidade• Poderão ser abertos ao público locais e estabelecimentos para atos e espetáculos culturais, com uma limitação de 30% da capacidade de lotação• Viagens a segundas residências• Lugares de culto com lotação limitada a 30%• Treinamento esportivo profissional e esporte amador sem contato nem uso de vestiáriosFASE 2• Abertura de restaurantes com lotação limitada• Abertura de praias em condições de segurança e distanciamento Abrem as piscinas, com limitação de 30% da capacidade• Cinemas, teatros e museus abertos com um terço da capacidade• Atividades culturais de menos de 50 pessoas• Abertura de centros comerciais com restrições em áreas comuns e recreativas• Abrem as áreas comuns de hotéis e estabelecimentos turísticos, com uma lotação de 30%• Os parques naturais abrem com limitações de visitantes de 20%FASE 3 • Flexibilização da mobilidade na província, ilha ou unidade territorial• Atividades turísticas com grupos de até 30 pessoas• Restaurantes com menos restrições de lotação, mas com separação entre clientes• Abertura de comércio com até 50% da capacidade• Touradas com limitações de público (1 pessoa por cada 9 metros quadrados)



Estas informações foram úteis para você?




X
Spain BarcelonaSevilhaMadriMálagaCorunha, ACórdobaGranadaLugoMúrciaCádisAlicante/AlacantHuescaPontevedraGuipúscoaAstúriasBizkaiaCastellón-CastellóCantábriaValência-València.Rioja, LaAlmeriaToledoBurgosJaénLeónValladolidCáceresSegóviaAraba/ÁlavaTarragonaZaragozaLleidaNavarraHuelvaCiudad RealGironaSalamancaCuencaBadajozÁvilaZamoraOurenseTeruelGuadalajaraPalênciaAlbaceteSóriaCanáriasBaleares
X
Baleares MaiorcaIbizaMenorcaFormentera
X
Canarias TenerifeLanzarotePalma, LaGran CanariaFuerteventuraLa GomeraEl Hierro