Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Águia-calçada

Wildlife: observação de flora e fauna na Espanha

none

Descubra a natureza selvagem da Espanha nos espaços naturais protegidos e contribua para sua conservação. A observação da fauna selvagem mais emblemática e ameaçada é uma experiência única na vida, e na Espanha você pode ver “os 5 grandes da fauna ibérica”: urso-pardo, lince ibérico, lobo, águia imperial ibérica e quebra-ossos.Observar centenas de espécies de aves, encontrar flora exclusiva do país, ver o espetáculo da berra do cervo, observar baleias-piloto e golfinhos ou conhecer os bem-sucedidos programas de preservação de espécies como o lince ibérico ou a águia imperial são algumas das várias experiências que você pode provar na Espanha para descobrir sua vida selvagem.Sem esquecer sua flora, seus diferentes e bem conservados bosques, e sua espetacular geologia com uma grande variedade de paisagens. Um conselho: você vai aprender mais se for com um guia ou uma empresa especializada.Traga sua câmera para aproveitar as condições ideais para a fotografia na natureza. Desafiamos você a imortalizar a vida.

POR QUE A ESPANHA

É o melhor país europeu para observar fauna selvagem devido à sua grande variedade, à proteção de suas espécies ameaçadas e às concentrações de fauna em determinados lugares muito acessíveis, que tornam esta experiência muito confortável e atraente.A Espanha se destaca por seus diferentes tipos de bosques e por sua exclusiva flora, consequência de sua situação de ponte entre a Europa e a África.Suas extensas cordilheiras são o habitat de um grande número de espécies que só vivem aqui. Além disso, é o país do mundo com mais espaços declarados Reserva da Biosfera pela UNESCO.

Alagadiços no Parque Nacional de Doñana

Sua rede de 15 Parques Nacionais condensa o melhor da natureza espanhola, desde imponentes paisagens alpinas até bosques mediterrâneos.A Espanha mostra espetaculares montanhas, vulcões, canyons fluviais, cavernas subterrâneas, sítios arqueológicos e lugares tão emblemáticos como Atapuerca. De fato, é o país europeu com maior número de geoparques distinguidos pela UNESCO.

BIRDWATCHING

Observe aves com uma seleção de empresas de turismo adaptadas às necessidades do “birdwatcher” nas serras de Extremadura ou nos Pirineus e nas estepes navarras, assim como nas planícies e bosques de Castilla y León.O trânsito de aves migratórias entre a Europa e a África faz do Estreito de Gibraltar um paraíso para os ornitólogos, que não podem deixar de visitar as serras da Andaluzia. As concentrações invernais das populações europeias de grous e gansos e de um grande número de aves aquáticas em alagadiços de importância internacional é um espetáculo único. Você poderá ver isso nas marismas de Doñana, nas Tablas de Daimiel, na Albufera de Valência ou no Delta do Ebro.Na primavera, percorra as estepes para procurar as aves voadoras mais pesadas, as abetardas. Mais da metade de sua população mundial vive nas estepes ibéricas, desde Villafáfila, em Castilla y León, passando pelas planícies de Toledo, em Castilla – La Mancha, pelas de Cáceres e La Serena, na Extremadura, e mesmo pelas campinas de Madri.

Parque Nacional de Tablas de Daimiel

Durante o verão, nos Picos de Europa, no Sistema Central (Gredos, Guadarrama) e nos Pirineus de Aragón e da Catalunha você poderá descobrir aves florestais e de alta montanha. Além das aves marinhas nas praias e costas da Galícia, Astúrias, Cantábria, País Basco, Catalunha, Valência, Múrcia, Ilhas Canárias e Ilhas Baleares. A Espanha é um lugar escolhido por ornitólogos do mundo inteiro. Você poderá admirar as aves e as paisagens onde elas vivem em praticamente todo o país. Através de Seo BirdLife você pode procurar conforme os lugares e desfrutar da oferta de atividades: Aves e seus habitats e costumes migratórios. Os lugares mais destacados para ver aves, e quais aves ver. Com algumas fundações especializadas na conservação de espécies, você poderá conhecer de perto os avanços em sua preservação, visitando estações biológicas e seus programas de conservação, como é o caso do quebra-ossos em Astúrias, ou da águia imperial ibérica em Castilla-La Mancha.

Parque Nacional das Ilhas Atlânticas

OBSERVAÇÃO DE GRANDES MAMÍFEROS

Descubra o país dos ursos na zona central da Cordilheira Cantábrica, entre León e Astúrias, nos parques naturais de Somiedo e de Fuentes del Narcea (ambos em Astúrias), onde se encontra a melhor população de ursos. A Fundação Urso Pardo e algumas empresas lhe ajudarão a fazer uma correta observação desta sensível espécie, especialmente entre os meses de abril e setembro. Para obter maiores informações sobre o urso pardo na Espanha, visite https://fundacionosopardo.org/Entretanto, nas paisagens montanhesas você descobrirá o mundo do lobo e sua relação com os seres humanos. Você pode ver o mítico lobo com a ajuda de especialistas na Sierra de la Culebra (Zamora) ou na cordilheira Cantábrica e nos Picos de Europa.

Lobo

Procure o lince ibérico, o felino mais ameaçado do mundo que só vive na Península Ibérica. É mais fácil vê-los na companhia de empresas especializadas que operam no Parque Nacional de Doñana e nos parques naturais perto de Sierra Morena (Cardeña e Montoro, Andújar). A população está se recuperando através de um programa de cria em cativeiro e libertação no meio natural. Atualmente existem quatro centros de cria na Espanha. e podem ser vistos linces em cativeiro no Zoológico Botânico de Jerez de la Frontera (Cádis).

Lince

OBSERVAÇÃO DE CETÁCEOS

Você sabia que as Ilhas Canárias estão entre as áreas marinhas mais importantes do mundo para a preservação de cetáceos? Por isso você poderá ver golfinhos durante todo o ano, e especialmente nas proximidades do litoral sudoeste da ilha de Tenerife e muito perto de La Gomera. Em qualquer caso, são organizadas saídas de todas as ilhas, já que suas águas são frequentadas por mais de vinte espécies diferentes de cetáceos.Outras zonas onde também podem ser observados cetáceos são Astúrias, Galícia, País Basco, Ilhas Baleares e Andaluzia. Nesta última, por exemplo, no princípio do verão podem ser vistos grupos de orcas nas águas do Estreito de Gibraltar, em Tarifa (Cádis).

Excursão para ver baleias

BERRA DO CERVO

É um espetáculo que se repete em muitos lugares da Espanha entre os meses de setembro e outubro. É o período de cio do cervo, e é fácil ouvir os sons guturais da berra e ver os machos em cio, especialmente no fim da tarde, por isso é recomendável levar um casaco.Alguns dos lugares onde você poderá ver este fenômeno são: os Montes de Toledo e o Parque Nacional de Cabañeros, em Castilla – La Mancha; a Sierra de San Pedro e o Parque Nacional de Monfragüe, na Extremadura; o Parque Nacional de Doñana, o Parque Natural das Serras de Cazorla, Segura e las Villas, o Parque Natural de Hornachuelos e o Parque Natural de los Alcornocales, na Andaluzia; a Sierra de Cameros, em La Rioja; o Parque Nacional dos Picos de Europa, em Astúrias; a Reserva do Saja, na Cantábria; a Reserva Natural de Boumort, na Catalunha; a Sierra de la Culebra, em Zamora, ou o Parque Natural Fuentes Carrionas y Fuente Cobre-Montaña Palentina, ambos em Castilla y León.

Berra do cervo no parque natural de Los Alcornocales

PROCURE A FLORA ENDÊMICA

A diversidade natural espanhola faz com que seja possível encontrar numerosas espécies de flora que só crescem na Espanha. Um bom exemplo são as Ilhas Canárias, onde se estima que 30% da fauna e flora é endêmica. Alguns exemplos são a violeta do Teide, a tajinaste e a retama do Teide, entre muitos outros. Descubra a flora mais singular das ilhas Canárias em seus parques nacionais: os pinhais canários na Caldera de Taburiente, em La Palma; a laurissilva de Garajonay, em La Gomera; os retamares do Teide, em Tenerife.Fotografe a flora endêmica dos cumes mais altos em Sierra Nevada, nos Pirineus ou nos Picos de Europa, e a dos alagadiços de Castilla-La Mancha. Percorra os bosques mais bem conservados, como o Hayedo de Irati, em Navarra, a selva de Oza, em Aragón, os abetais da Bonaigua, na Catalunha, os carvalhais da cordilheira cantábrica, os pinhais da Sierra de Guadarrama, e os sabinares e bosques de ribeira de Castilla y León e Castilla – La Mancha.

Parque Nacional do Teide

FOTOGRAFE A NATUREZA

Se você gosta de fotografia e de natureza, aproveite. Respeite o meio ambiente e aproveite as muitas horas de sol da Espanha para pôr em prática tudo que você sabe em seus espaços naturais. Além de poder imortalizar fauna em perigo de extinção e numerosa flora endêmica, você terá a oportunidade de contemplar espetáculos como a migração de aves como os grous, de visitar imponentes mirantes e de admirar paisagens muito diferentes em cada época do ano, que vão desde faiais outonais até montanhas nevadas, vulcões, desertos, praias e marismas. 

Mergulho

Descubra os fundos marinhos mais bem conservados do mediterrâneo e suas espécies de peixes no Parque Nacional de Cabrera, nas Ilhas Baleares, e os bosques de algas no Parque Nacional das Ilhas Atlânticas, na Galícia. A fotografia subaquática pode ser praticada nas reservas marinhas das Ilhas Canárias, Catalunha, Comunidade Valenciana e Múrcia.Tanto se você é experiente como se quer se iniciar na fotografia na natureza, encontrará empresas que organizam safáris fotográficos pela Espanha ou alugam “hides”.