Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Réplica da Nau Vitória

V Centenário da primeira volta ao mundo de Magalhães e Elcano

none

Foi o primeiro grande acontecimento global. A expedição de Fernando de Magalhães e Juan Sebastián Elcano iniciou o trajeto em Sevilha, em 1519, e concluiu em 1522 com a volta ao mundo. A Espanha o comemora com um programa de exposições, shows, congressos e até um tour por diferentes portos de uma embarcação como as que completaram a primeira volta ao mundo.

A Espanha foi o ponto de partida de uma travessia que se estendeu durante três anos e que significou um ponto chave histórico. Cinco embarcações com mais de 230 homens iniciaram uma expedição para as Ilhas das Especiarias (arquipélagos da atual Indonésia) à procura de novos caminhos e que concluiu com a transcendental volta ao mundo em 1522. 

Desde 2018 e até 2022, terão lugar na Espanha as homenagens a este fato histórico. Os eventos terão especial relevância nos portos de início (Sevilha e Sanlúcar de Barrameda), o porto de escala de Tenerife e a cidade de Valladolid, onde o rei Carlos I da Espanha acordou com Magalhães o início da viagem.Programa de atividades comemorativasAo longo destes três anos serão realizadas cerca de 200 atividades culturais de todo tipo, a partir de exposições e ciclos de conferências até shows, espetáculos de artes cênicas, rotas teatralizadas ou oficinas infantis. Alguns dos encontros culturais mais destacados serão a exposição itinerante “A viagem mais longa”, organizada pela Ação Cultural Espanhola e pelo Arquivo Geral das Índias, e a amostra do Museu Naval “Fomos os primeiros. Magalhães, Elcano e a Volta ao Mundo”, que aprofundarão na transcendência e as repercussões internacionais que teve esta grande aventura. Na seção de artes cênicas, é preciso indicar o macro espetáculo “Sphaera Mundi"Da Fura dels Baus, que dará a volta ao mundo na econave Naumon, ou a estreia da ópera “Magalhães: não há rosas sem espinhos”.Réplica da travessia originalCertamente, também haverá lugar para eventos de caráter náutico como, por exemplo, a homenagem em Sanlúcar de Barrameda aos marinheiros que participaram na expedição, com a presença da réplica da Nau Vitória. Esta embarcação se transformará, além disso, na embaixadora do V Centenário, pois realizará uma turnê promocional internacional pelos portos de diferentes cidades, desenvolvendo atividades de divulgação que darão a conhecer seus visitantes a façanha de Magalhães e Elcano. A réplica da Nau Vitória não será a única embarcação a ser lançada ao mar. O PROS, um veleiro de 21 metros da AGNYEE (Associação de Amigos dos Grandes Navegantes e Exploradores Espanhóis) zarpará de Sevilha para replicar a viagem e o itinerário da primeira volta ao mundo, atracando ao longo de três anos nos mesmos lugares pelos quais passaram Magalhães e Elcano há 500 anos.

V Centenário da primeira volta ao mundo de Magalhães e Elcano