Este Web site utiliza cookies para assegurar a melhor experiência ao utilizador. Se continuar a navegar, consideramos que aceita a utilização dos cookies. Pode obter mais informação ou saber como alterar a configuração na nossa política de cookies






Dados de contacto

(Navarra)
turismo@bardenasreales.es
www.bardenasreales.es
Tel.:+34 948820020

Localização

Comunidade autónoma:
Navarra

Parque Natural de Bardenas Reales

  • x

    Reserva da Biosfera, reconhecimento da UNESCO a determinados espaços naturais.




Descrição

O "semi-deserto" da Ribera

  A sudeste de Navarra estendem-se os 41.845 hectares deste Parque Natural que foi declarado Reserva Mundial da Biosfera (2000) pela UNESCO e que inclui três Reservas Naturais.

  Trata-se de uma paisagem semi-desértica, em parte, onde chuvas torrenciais moldaram um terreno de gessos e argilas. Amplas as planícies se intercalam com barrancos, alcantilados e cerros que chegam até aos 600 metros de altura. A chamada Bardena Branca agrupa as paisagens mais brancas, de substrato de gesso e vegetação de estepe. Os bosques de pinheiro de alepo e solos argilosos encontram-se na chamada Bardena Negra. A riqueza paisagística deste ambiente foi também protegida com a classificação de Reserva Natural em três lugares específicos. Assim é o caso do Vedado de Eguaras, onde se pode observar um pequeno circo rodeado de barrancos de gesso com sabinas, carvalhos negral e alecrim. O chamado Rincón de Bú possui gargantas onde aninham corujas-reais, águias-reais e abutres do Egipto. Por seu lado, as Caídas de la Negra são um conjunto de gargantas que chegam até aos 270 metros de profundidade. Em conjunto, as Bardenas Reales dão abrigo a cerca de 24 espécies de aves de rapina (falcão peregrino, águia calçada, grifos...), além de uma avifauna das estepes como a abetarda ou a laverca. No Parque Natural também se encontram mais de 28 espécies diferentes de mamíferos, oito das quais correspondem a micromamíferos como o musaranho de dentes brancos anão ou o "mus spretus". Nas balsas de água, tanto naturais como artificiais, habitam trutas, barbos, tencas... enquanto que ao seu redor tritões e rãs convivem com uma grande variedade de répteis. O sardão, a cobra-de-escada ou o cágado mediterrânico são apenas alguns deles.

Municípios

Zaragoza (Aragón)

Ejea de los Caballeros, Sádaba, Tauste

Navarra (Navarra)

Arguedas, Buñuel, Cabanillas, Cadreita, Carcastillo, Fustiñana, Tudela, Valtierra


Tipo de espaço
Reserva Biosfera, Parque Natural

Superfície
41845 hectares

Mapa

Acessos e ambiente

Informação cultural

Na Reserva Natural de Vedado de Eguaras, dentro do Parque Natural, podem-se visitar as ruínas do Castelo de Peñaflor. As povoações de Arguedas e Valtierra conservam interessantes centros históricos, sendo indispensável visitar as suas igrejas. O santuário da Virgen del Yugo e o mosteiro da Oliva são outros pontos de interesse. Tudela, a capital da Ribera, possui no seu centro medieval importantes construções religiosas e civis. Todos os meses de Setembro, perto do dia 29, se celebra a Sanmiguelada. Rebanhos trasumantes dos vales do Roncal e Salazar entram nas Bardenas para aproveitar os seus pastos, como faziam antigamente.

Informação ambiental

A variedade paisagística das Bardenas Reales dá lugar a numerosos habitats naturais, dominados por diversa flora e fauna. Os seus páramos, gargantas e barrancos proporcionam-nos uma ampla visão da diversidade da comarca da Ribera.

Informação visitas

Arguedas é um bom lugar de entrada para visitar a Bardena Blanca. O Alto de Aguilares, Castildetierra, o Raso de la Junta, Pisquerra, a Ralla, o Rallón, La Cruceta e La Nasa são alguns dos lugares desta zona. Para avistar a Bardena Negra o melhor é percorrer a estrada que liga Tudela a Ejea de los Caballeros e chegar até à Plana de Sancho Abarca. El Paso (próximo do Mosteiro da Oliva), Rada e o santuário da Virgen del Yugo são outros lugares de entrada.